Telefone: (11) 2061-8461

Uso Móvel

media-tensao-epr-105c

SO-M

Aplicação

Os Cabos de Uso Móvel SO-M são especialmente projetados para resistência e esforços de torção, são recomendados para serviços pesados em circuitos de comando ou de potência em máquinas móveis de mineração, pórticos, empilhadeiras de minério e outros, podendo ser instalados em enroladores, em cortina de cabos ("festoon") ou esteira porta cabos. Servem também para ligação de botoeiras de pontes rolantes.

O composto termfixo do tipo SE5 (NBR) padroinzado para cobertura foi especialmente formulado para conferir ao cabo excelente flexibilidade e ótima estabilidade térmica.

Características Construtivas

1) Condutor extra-flexível formado por fios de cobre eletrolítico nu, têmpera mole, encordoamento classe 5.
2) Isolação em composto termofixo à base de borracha etileno-propileno (EPR).
3) Fita têxtil para amarração.
4) Trança de fios têxteis para reforço.
5) Cobertura em composto termofixo à base de borracha tipo SE5 (NBR), na cor preta.

Temperaturas máximas do Condutor

Em regime contínuo: 90°C.
Em regime de sobrecarga: 130°C (100 horas por ano e um total de 500 horas ao longo da vida do cabo).
Em regime de curto-circuito: 250°C.

Identificação

Por meio de veias numeradas ou coloridas.

Especificações Aplicáveis

ABNT: NBR 9372.

Faça o Download do catálogo para maiores informações

media-tensao-epr-105c

W-M

Aplicação

Os Cabos WM são utilizados para ligações de equipamentos móveis pesados de mineração, metalurgia, portos e outras atividades similares, para tensões até 750 V. Estes cabos não possuem condutores próprios para aterramento.

Particularmente recomendados para alimentação de pórticos, guindastes, escavadeiras, perfuratrizes e outros equipamentos de mineração para os quais se exige flexibilidade e resistência mecânica. O Composto à base de Policloroprene (PCP) padronizado para a capa interna e cobertura foi especialmente formulado para atender aos diversos requisitos de alta durabilidade aliados à extrema flexibilidade, com excelentes características de resistência à ruptura, ao corte, ao impacto e à abrasão. Possui também resistência às intempéries e ao ozona, além de ótima estabilidade térmica em altas ou baixas temperaturas.

Características Construtivas

1) Condutor extra-flexível formado por fios de cobre eletrolítico estanhado, têmpera mole, encordoamento classe 5.
2) Isolação em composto termofixo à base de borracha etileno-propileno (EPR).
3) Fita têxtil para amarração.
4) Capa interna em composto termofixo à base de Policloroprene (PCP).
5) Trança de fios de nylon para reforço.
6) Cobertura em composto termofixo à base de Policloroprene (PCP), na cor preta.

Temperaturas máximas do Condutor

Em regime contínuo: 90°C.
Em regime de sobrecarga: 130°C (100 horas por ano e um total de 500 horas ao longo da vida do cabo).
Em regime de curto-circuito: 250°C.

Identificação

Veias Coloridas.

Especificações Aplicáveis

ABNT: NBR 9655.

Faça o Download do catálogo para maiores informações

Cabo Uso Móvel SHDM

SHDM

Aplicação

São utilizados para ligações com fonte externa de energia elétrica, onde condutores de aterramento são requeridos, em equipamentos móveis pesados de mineração, metalurgia, portos, dragas e outras atividades similares, bem como em instalações provisórias de concessionárias de energia elétrica ou de indústrias.

Particularmente recomendados para alimentação de pórticos, guindastes, escavadeiras, perfuratrizes e outros equipamentos de mineração para os quais se exige flexibilidade e resistência mecânica.

O composto à base de Policloroprene (PCP) padronizado para a capa interna e cobertura foi especialmente formulado para atender aos diversos requisitos de alta durabilidade aliados à extrema flexibilidade, com excelentes características de resistência à ruptura, ao corte, ao impacto e à abrasão. Possui também resistência às intempéries e ao ozona, além de ótima estabilidade térmica em altas ou baixas temperaturas.

Para aplicações onde é requerida alta resistência à abrasão, recomenda-se a utilização de Poliuretano (TPU) como capa interna e cobertura.

Características Construtivas

1) Condutor de potência extra-flexível formado por fios de cobre eletrolítico estanhado, têmpera mole, encordoamento classe 5.
2) Blindagem do condutor de potência constituída por uma camada enfaixada de fita têxtil semicondutora.
3) Isolação do condutor de potência em composto termofixo, à base de borracha etileno-propileno (EPR).
4) Blindagem da isolação do condutor de potência constituída por uma camada enfaixada de fita têxtil semicondutora.
5) Blindagem metálica do condutor de potência constituída por trança de fios de cobre eletrolítico estanhado, têmpera mole.
6) Fios coloridos para identificação dos condutores de potência.
7) Condutor de aterramento extra-flexível formado por fios de cobre eletrolítico estanhado, têmpera mole, encordoamento classe 5.
8) Fita têxtil para amarração.
9) Capa interna em composto termofixo à base de Policloroprene (PCP).
10) Trança de fios de nylon para reforço.
11) Cobertura em composto termofixo à base de Policloroprene (PCP), na cor preta.

Temperaturas máximas do Condutor

Em regime contínuo: 90°C.
Em regime de sobrecarga: 130°C (100 horas por ano e um total de 500 horas ao longo da vida do cabo).
Em regime de curto-circuito: 250°C.

Identificação

Os condutores de potência são identificados através de fios coloridos, nas cores preta azul clara e branca.

Especificações Aplicáveis

ABNT: NBR 9375.

Faça o Download do catálogo para maiores informações